20/12/2013

As flores lá fora me disseram para continuar


Desistir. Essa palavra ecoava pela minha mente vazia e resbalava ao se chocar com as paredes de minha mente.
Decidi tomar um ar.
Ouvi o som das árvores. Seus galhos balançando, suas folhas caindo ao chão... Decidi seguir em frente. Me deparei com belas margaridas. Um vaso gigante, cheio delas.
São as minhas flores favoritas, então sentei-me ao lado do vaso e comecei a conversar. O vento bagunçava meu cabelo e laçava meu perfume no ar, o barulho da água caindo logo atrás de mim era extraordinário e naquele momento eu senti algo bom, algo me pedindo para não desistir ainda, havia muita água pra rolar,
ainda havia um caminho muito longo pela frente. Não estava na hora de largar tudo, estava na hora de mudar.
As flores me disseram para continuar e eu às obedeci.


Nenhum comentário:

Postar um comentário