20/01/2014

On the Road


Gosto da estrada. Pode se dizer que nasci nela. Aquele asfalto imenso e infinito à minha frente me faz pensar, sonhar, planejar, me sentir livre. Amo parar no posto e comprar besteiras pra comer, preparar a mochila, conhecer gente nova, realidades diferentes, chegar...
O meu problema é a volta. "A realidade me espera" penso na hora de fazer a mochila pela segunda vez. Odeio me despedir, dar o ultimo "tchau". Odeio voltar, dar meia volta e chegar em casa. Mas mesmo assim é necessário e tem um lado bom! Planejar a próxima. "Você mal chegou e já quer viajar de novo!" Diz minha mãe. "Ué, tem coisa melhor que pegar a estrada?" Pergunto à ela. É, não tem. Está no sangue. Meu pai saiu de casa aos 15 anos e viveu na estrada. De cidade à cidade. De país à país. Fugindo, correndo, pegando carona, tomando chuva e passando frio. Muita gente não gosta mas eu acho o máximo! Essa liberdade dos Mochileiros, dos Hippies. Não que eu vá abandonar minha vida, mas se eu puder realizar todos os meus sonhos com um pé na estrada, eu agradeço.


















Nenhum comentário:

Postar um comentário